terça-feira, 29 de julho de 2008

[agora]

agora
que sabes

o lugar dos sentidos
se descobre

perante teu olhar
se desnuda

um convite se promove
para que ascendas
e murmures

sephira tiphereth

2 comentários:

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

Xavier, fuçando por aí encontrei o seu blog... gostei muito dos poemas. Gosto muito de poemas sintéticos, com rítmo ligeiro.
Abraços.
Rubens

Xavier Zarco disse...

Caro Rubens,
Agradeço-lhe a visita e o comentário.
Um abraço

Xavier Zarco